Consumo exagerado de alimentos gordurosos está relacionado à intoxicação alimentar, alerta nutricionista

Um dos primeiros passos para obter um corpo saudável a reeducação alimentar. Durante as festas de fim de ano, por exemplo, costumamos exagerar no consumo de alimentos processados e gordurosos, com isso surgem alguns problemas como intoxicação alimentar.

Vale ressaltar que nem sempre a intoxicação alimentar é causada por conta da ingestão de alimentos contaminados. Comer muito, principalmente pratos com muita gordura e açúcar, pode ser a causa do problema. “Após abusar de tantas comidas e bebidas alcoólicas ou gaseificadas, durante as festas, alguns sintomas de intoxicação podem ocorrer como a indisposição, azia, enjoo e outros”, explica a nutricionista Nara Andrade, credenciada ao Cartão saúde São Gabriel.

Para melhorar os sintomas da intoxicação, a nutricionista orienta para consumir alimentos com propriedades desintoxicantes. “Ingerir muita água, tomar chá feito com ervas dente de leão ou hibisco tem um papel bem positivo no fígado, ajudando no pós-ceia, pois auxilia na eliminação das substâncias tóxicas. Sucos que misturam frutas e vegetais como os sucos verdes, especialmente se for acrescido de couve, rúcula ou espinafre, também é muito recomendado, pois eles agem diretamente no fígado ajudando a eliminar as toxinas”, explica.

Outros alimentos como frutas e algumas carnes magras também ajudam na limpeza do organismo. “O consumo de frutas ricas em água como a melancia, o abacaxi, o melão e a maçã são essenciais, pois ajudam a hidratar o corpo que está desidratado. Optar também pelas carnes magras com menos gorduras como os peixes, o peito de frango e o peru é uma forma de poupar o organismo e o fígado que está trabalhando para eliminar as toxinas”, conclui a nutricionista que também atende em domicílio Nara Andrade.