Compartilhar

Como criar crianças saudáveis: pediatra dá dicas para incentivar hábitos melhores nos filhos

O desejo de todo pai e mãe é que seus filhos cresçam com saúde. Mas, às vezes, a rotina agitada e o trabalho em excesso faz com que os pais deixem de dar atenção aos pequenos e substituam hábitos saudáveis por paliativos. Para criar uma criança saudável, é preciso alguns pilares básicos como boa alimentação, prática de atividade física e controle do estresse. As crianças estão em desenvolvimento, hábitos saudáveis durante a infância são essenciais para que elas cresçam com saúde.

Os pais são um espelho para a criança, por isso é importante se mostrar como exemplo. É o que explica a pediatra Maria de Lourdes, credenciada ao Cartão Saúde São Gabriel. Para ela, as crianças aprendem com o que presenciam. “As crianças devem ser orientadas desde cedo a hábitos saudáveis, elas aprendem mais com o que presenciam, assim os pais não devem apenas orientá-las, mas mostrar com suas atitudes diárias como alimentar-se de forma saudável e a fazer alguma atividade física”, orienta.

Vivemos em uma época de tecnologia, em que as crianças não se movimentam e ficam presas a equipamentos eletrônicos, atrelado a isso percebemos uma má alimentação com alimentos processados ricos em sódio. A médica explica como ajudar e incentivar a criança a comer melhor e praticar atividade física. “Ao invés de forçar a criança a comer algo que ela nunca viu ou nunca comeu, os pais podem dar o exemplo consumindo verduras, legumes e frutas, mostrando que é gostoso e saudável. Já a prática de atividade física ajuda a criança a desconectar e se movimentar. Essa prática pode ser incentivada como forma de diversão, por meio de jogos e brincadeiras lúdicas”, afirma a especialista.

Por conta da pandemia, a rotina de pais e filhos mudou completamente e ambos tiveram que se adaptar a essa nova convivência. Estando mais em casa é fundamental que os pais conversem mais com os filhos, tentem entender o que se passa na cabeça deles e busquem ajudá-los a identificar seus sentimentos em relação a tudo isso. “O estresse também faz parte do cotidiano das crianças, que são demonstrados através da chateação, raiva e  insegurança. O ideal é identificar o que está gerando essa situação para solucionar com a criança de maneira efetiva”, alerta a pediatra Maria de Lourdes, credenciada ao Cartão Saúde São Gabriel.